OPERACIONAL

Exercício Operacional Tínia somou mais de 1.100 horas de voo

Treinamento reuniu mais de 35 aeronaves e cerca de 400 militares para simular combates aéreos
Publicado: 27/11/2020 13:58
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Emília Maria
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

Com mais de 1.100 horas de voo, foi concluído, na sexta-feira (27), o Exercício Operacional (EXOP) Tínia, realizado nas Alas 3 e 4, em Canoas (RS) e Santa Maria (RS), desde o dia 5 de novembro. A reunião de encerramento, que avaliou os objetivos alcançados com o EXOP, contou com a presença do Chefe do Estado-Maior do Comando de Preparo, Major-Brigadeiro do Ar Raimundo Nogueira Lopes Neto, e do Chefe da 6ª Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), Major-Brigadeiro do Ar Jefson Borges.

Mais de 35 aeronaves e cerca de 400 militares do efetivo de Unidades da Força Aérea Brasileira (FAB) distribuídas por todo o País estiveram envolvidos no EXOP Tínia. O Comando de Preparo (COMPREP) esteve à frente da atividade, que segue a proposta de adequar os treinamentos nacionais ao perfil comumente encontrado no cenário internacional.

"O saldo do EXOP é extremamente positivo. Todo o planejamento foi executado conforme previsto e isso representa um grande ganho nessas condições de treinamento complexas que foram proporcionadas às nossas tripulações", ressaltou o Comandante da Ala 3 e Diretor do Exercício, Brigadeiro do Ar Mauro Bellintani.

Durante os 22 dias de Exercício, foram treinadas ações como: Escolta, Reconhecimento Aéreo, Controle e Alarme em Voo, Ataque, Varredura, Reabastecimento em Voo, Posto de Comunicação no Ar, Defesa Aérea, Defesa Antiaérea e Transporte Aéreo Logístico. Os voos foram realizados em espaço aéreo reservado, localizado ao Sul do estado, entre as duas cidades que sediaram o Exercício.

Para garantir a segurança dos participantes e da população local, foi elaborado um plano de biossegurança com base nos protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde para o enfrentamento à COVID-19.

Saiba mais no vídeo.

Fotos: Soldado Wilhan Campos/CECOMSAER
Vídeo: Soldado Chagas/CECOMSAER
Edição: Sargento Barros/CECOMSAER

 

imagens/original/41215/061120WIL_Wilhan_Campos_35.jpg
imagens/original/41215/061120WIL_Wilhan_Campos_52.jpg
imagens/original/41215/071120WIL_Wilhan_Campos_23.jpg
imagens/original/41215/091120WIL_Wilhan_Campos.jpg
imagens/original/41215/111120WIL_Wilhan_Campos_11.jpg
imagens/original/41215/111120WIL_Wilhan_Campos_21.jpg
imagens/original/41215/111120WIL_Wilhan_Campos_27.jpg
imagens/original/41215/111120WIL_Wilhan_Campos_34.jpg
imagens/original/41215/111120WIL_Wilhan_Campos_40.jpg
imagens/original/41215/111120WIL_Wilhan_Campos_44.jpg
imagens/original/41215/20201114_121430.jpg
imagens/original/41215/IMG_1979.JPG