NOTIMP - NOTICIÁRIO DA IMPRENSA

Capa Notimp Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.


JORNAL DO COMMERCIO (PE)


FAB faz concerto e sobrevoa pontos turísticos no Rio em homenagem ao Dia do Aviador


Da Redação | Publicada em 22/10/2020 16:54

A Força Aérea Brasileira (FAB) executou, nessa terça-feira (20), um concerto musical (d) em homenagem ao Dia do Aviador e Dia da FAB. O Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), ou Esquadrilha da Fumaça, ainda sobrevoou os principais pontos turísticos do Rio de Janeiro, como o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor e o Museu do Amanhã, onde se deu o concerto (foto). O objetivo, conforme a organização, foi levar uma mensagem de esperança à população da capital fluminense, em meio às dificuldades trazidas pela pandemia da Covid-19. O Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira é celebrado no dia 23 de outubro, esta sexta-feira, por ser a data em que Alberto Santos Dumont fez o primeiro voo com o 14 BIS. O brasileiro percorreu 60 metros de distância a dois metros do solo no Campo de Bagatelle, em Paris, em 1906.

FOTO: TOMAZ SILVA/ABR/JC

PORTAL G1


VÍDEO: aeronave de caça da FAB faz voo de treinamento no céu de Brasília

Militares participam de apresentação nesta sexta-feira (23), no Dia do Aviador. Primeiras unidades operacionais do Gripen serão entregues à Força Aérea em 2021.

Marília Marques | Publicada em 21/10/2020 11:12

A aeronave F-39E Gripen, novo caça da Força Aérea Brasileira (FAB), cruzou o céu do Distrito Federal na manhã desta quarta-feira (21). Os militares realizaram voos de treinamento para a apresentação oficial (veja vídeo acima), na próxima sexta (23), quando se comemora do Dia do Aviador.

Por volta de 8h30, a aeronave sobrevoou prédios das asas Norte e Sul, em diferentes altitudes e velocidades. Do solo, era possível ouvir o barulho das turbinas. A corporação não deu detalhes sobre horários da demonstração marcada para esta semana.

Em nota, a FAB informou que o modelo é uma "unidade de testes", e o novo caça está sendo empregado "nas atividades de desenvolvimento conjunto realizadas no parque industrial brasileiro". A previsão é de que o avião passe a operar oficialmente pela Força Aérea no fim de 2021.

A primeira aeronave F-39E Gripen chegou ao Brasil no dia 20 de setembro. O caça foi transportado, de navio, de Norrköping, na Suécia, até o Porto de Navegantes (SC).

O avião decolou, pela primeira vez no país, no dia 24 de setembro, de Santa Catarina para o aeroporto Gavião Peixoto (SP) e precisou ser escoltado por duas aeronaves. Outros dois helicópteros da FAB foram mantidos de sobreaviso "para qualquer eventualidade".

MINISTÉRIO DA DEFESA


Forças Armadas completam sete meses de atuação na Operação Covid-19


Por Tenente Carlôto, Com Informações Dos Comandos | Publicada em 21/10/2020 22:41

Brasília (DF), 21/09/2020 - A Operação Covid-19 completou, na terça-feira (20), sete meses de combate ininterrupto à pandemia do novo coronavírus. Desde 20 de março, as Forças Armadas permanecem empenhadas no enfrentamento ao patógeno. Por todo o Brasil, militares estão envolvidos em ações como arrecadação e distribuição de alimentos, transporte de respiradores, de materiais hospitalares e apoio a comunidades indígenas, com envio de profissionais de saúde e medicamentos.

Desde o início da operação, os militares desinfectaram quase 7 mil locais com grande circulação de pessoas e transportaram mais de 23 mil toneladas de equipamentos de proteção individual, respiradores e medicamentos. Aproximadamente 110 mil indígenas já foram beneficiados com atendimento médico e com 43 mil toneladas de medicamentos e testes rápidos de Covid. A operação chegou a empregar, diariamente, cerca de 34 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, efetivo superior ao da Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial.

A Operação desenvolve ações em apoio a órgãos de saúde em todo o País. Como exemplo disso, na segunda-feira (19), o Ministério da Defesa, em parceria com o Ministério da Saúde, iniciou mais uma ação de assistência à etnia Yanomami, no estado de Roraima. Profissionais de saúde das Forças Armadas prestam atendimento aos moradores das aldeias localizadas no entorno dos Polos Bases de Auaris, Surucucu e Boa Vista. A previsão é de que sejam atendidos cerca de 3 mil indígenas. Além disso, foram enviadas 4 toneladas de materiais, entre equipamentos de proteção individual, medicamentos e testes para a Covid-19.

O Almirante Carlos Chagas, porta-voz do Ministério da Defesa, explica como a pasta planeja e executa as ações da Operação Covid-19. “As Forças Armadas estão espalhadas em todo o território nacional. Isso dá uma capilaridade, uma capacidade de atuar prontamente no apoio à população. E, para isso, foram estabelecidos 10 Comandos Conjuntos. Eles foram criados, exatamente, para facilitar o apoio à população. Então, eles são coordenados por meio de um centro de operações conjuntas, localizado no Ministério da Defesa e, ao mesmo tempo, eles interagem com os governadores dos estados e com os prefeitos, exatamente para identificar aquelas demandas que são mais prementes, de acordo com a fase da pandemia pela qual aquele estado, aquela cidade passa”, detalhou o oficial.

Ações em curso
As Forças Armadas continuam realizando ações de descontaminação em todo o País. No Comando Conjunto Nordeste (CCj NE), a equipe de apoio à Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN) do Parque Regional de Manutenção da 10ª Região Militar (Pq R Mnt/10) descontaminou as instalações do Centro de Hematologia e de Hemoterapia do Ceará (Hemoce), localizado na capital cearense.

Para isso, foi utilizada solução à base de hipoclorito de sódio nas áreas de uso mais frequente do Hemoce, como a área de triagem de doadores, as salas de coleta de sangue, os banheiros, escritórios, depósitos e as áreas internas.

Forças Armadas garantirão segurança da votação em eleições municipais


Por Mariana Alvarenga | Publicada em 22/10/2020 22:39

Brasília (DF), 21/10/2020 – As Forças Armadas vão atuar nas eleições municipais de 2020. A autorização presidencial foi publicada no Diário Oficial da União, na segunda-feira (19), por meio do Decreto 10.522. Os militares atuarão na Garantia da Votação e Apuração (GVA). O trabalho das Forças Armadas será o de complementar as necessidades dos órgãos policiais locais.

O Subchefe de Operações do Ministério da Defesa, General José Eduardo Leal, ressalta que “a nossa missão na GVA é proporcionar, nas zonas eleitorais e nas seções eleitorais, em parceria com os órgãos de segurança pública, tranquilidade para que o cidadão exerça o seu direito de voto”.

Além disso, após solicitação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as Forças Armadas apoiarão o processo eleitoral com transporte, em locais de difícil acesso. O General Leal explica que, tanto a mobilização de pessoal militar para a segurança dos locais de votação, quanto o apoio logístico para regiões remotas do país são direcionadas pelo TSE.

“O TSE levanta, junto aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), os municípios que requerem a participação das Forças Armadas e isso chega para nós no tocante à distribuição de tropa para a GVA e para o apoio logístico no transporte de urnas”, explicou.

PORTAL AEROIN


FAB usa helicóptero Black Hawk para resgatar animais afetados por queimadas


Carlos Ferreira | Publicada em 21/10/2020 21:17

Ação foi realizada com o H60L Black Hawk em apoio ao Conselho Estadual do Meio Ambiente e Conselho Regional de Medicina Veterinária e Zootecnia do Mato Grosso do Sul (CRMV-MS).

A Ala 5, em Campo Grande (MS), por meio da tripulação do Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (2°/10° GAV) – Esquadrão Pelicano, atuou durante a terça-feira (20) no transporte de aproximadamente uma tonelada de alimentos diversos para animais afetados com as queimadas, no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além de animais. A ação contou com a coordenação do Conselho Regional de Medicina Veterinária e Zootecnia do Mato Grosso do Sul (CRMV-MS).

A distribuição dos alimentos, como milho, carne, frutas, verduras e legumes, ocorreu em cinco diferentes regiões do Parque Estadual das Nascentes do Taquari, localizado em Alcinópolis (MS). Houve, também, distribuição de alimentos na Serra do Amolar, em Corumbá (MS).

Para o piloto da aeronave, Tenente Aviador Luís Fernando Chuaste do Amaral, participar desta missão foi gratificante. “É uma missão que nos engrandece como seres humanos, pois estamos colaborando de alguma maneira para a recuperação da natureza e esta é uma oportunidade única que o fato de pertencer a uma Unidade de Busca e Salvamento nos oferece”, disse.

Para o Presidente do CRMV-MS, Rodrigo Bordin Piva, o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) foi essencial. “Tendo em vista que áreas antes inacessíveis foram alcançadas com o apoio aéreo, a missão não poderia ter sido melhor. São áreas consideradas como rotas de fuga de animais, em pelo menos três dessas áreas não é possível o acesso terrestre ou aquaviário. Em outros pontos tal operação poderia demorar até dois meses para conseguir chegar”, declarou.

Além do transporte de alimentos, foi realizado o traslado de uma cutia – animal pantaneiro que sofreu queimaduras nas patas – ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande. 

Informações da FAB – Fotos: Capitão Stolf e Soldado Avalhaes / Ala 5

PORTAL DEFESANET


Segurança máxima nas alturas

Responsáveis pela segurança do espaço aéreo, controladores têm papel fundamental no sucesso da aviação

Tenente Flávia Rocha E Major Monteiro | Publicada em 21/10/2020 10:10

O Dia Mundial do Controlador de Tráfego Aéreo é comemorado em 20 de outubro. A data é celebrada desde 1960, quando ocorreu o primeiro encontro internacional desses profissionais, na Grécia.

O Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues, destaca a atuação dos Controladores de Tráfego Aéreo. “Os controladores de tráfego aéreo fazem parte de um grupo de profissionais que atua incansavelmente durante 24 horas por dia, todos os dias do ano, para que a navegação aérea mantenha a sua fluidez e segurança, garantindo a eficiência do serviço prestado para a aviação nacional e internacional. Expresso reconhecimento pelo inestimável trabalho realizado diuturnamente, que empregam sua experiência técnico-operacional em prol da navegação aérea que tanto orgulham a Força Aérea Brasileira”, destaca o Oficial-General.

Mas quem são e o que fazem esses profissionais tão fundamentais para o sucesso da aviação?

“Em linhas gerais, esses profissionais são os responsáveis por acelerar e manter ordenado o fluxo de tráfego aéreo, prover avisos e informações úteis para a condução segura e eficiente dos voos, prevenir colisões entre aeronaves e obstáculos, além de notificar as organizações apropriadas quando aeronaves necessitam de auxílio de busca e salvamento”, explica o Assessor da Seção de Normas de Gerenciamento de Tráfego Aéreo do DECEA, Tenente Claudionor Silva de Macêdo.

“Desde a autorização da rota, do acionamento dos motores, do táxi da aeronave, até a decolagem, os controladores de Torre de Controle de Aeródromo lidam com a demanda de tráfego. Efetuando procedimentos preparados para evitar conflitos e colisões com obstáculos no solo, os Controladores de Tráfego Aéreo do Controle de Aproximação (APP) informam e separam tráfegos próximos, agilizam a interceptação das rotas a serem voadas e dão informações importantes aos pilotos, como as solicitações de mudanças de nível”, diz o Chefe da Seção de Operações do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Anápolis (DTCEA-AN), Tenente Aloísio Alves de Oliveira.

Existe, ainda, uma habilitação especial para controladores que os permite realizar a chamada operação PAR (do inglês Precision Approach Radar), um tipo especial de aproximação radar de alta precisão em que esse profissional assume a navegação da aeronave e orienta sua descida até o ponto de toque, atribuindo direções, velocidade e razão de descida em cenários de clima desfavorável, quando o piloto não teria condições de fazê-la sem esse tipo de auxílio.

“Nesse contexto, o aeródromo da Ala 2, em Anápolis (GO), tornou-se um porto seguro, não só para aeronaves militares, mas também para as civis em situações anormais, quais sejam: com problemas relacionados a baixo nível de combustível, desvios por formação meteorológica adversa, problemas mecânicos, dentre outras”, detalha o Tenente Aloísio.

Em determinadas ocasiões de tempo e situações de voo, os Controladores PAR tornam-se os olhos dos pilotos e têm em suas mãos dezenas de vidas. Há muitas histórias emblemáticas que comprovam isso. Uma delas aconteceu em 2012. “Um Airbus, com 160 pessoas a bordo, foi controlado por um Operador PAR para pouso em Anápolis após informar que não teria mais autonomia para espera”, lembra o Chefe da Seção de Operações do DTCEA-AN.

Tenente-Brigadeiro Amaral toma posse como Ministro do Superior Tribunal Militar

Solenidade foi realizada nesta segunda-feira (19). O militar tem 45 anos de serviço ativo na Força Aérea Brasileira

Agência Força Aérea | Publicada em 21/10/2020 09:50

O Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira tomou posse, nesta segunda-feira (19), como Ministro do Superior Tribunal Militar (STM), em Brasília (DF). O Oficial-General assume a vaga após 45 anos de serviços prestados à Força Aérea Brasileira (FAB) e, antes de ser nomeado Ministro do STM, ocupava o cargo de Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER).

A sessão solene foi presidida pelo Presidente do STM, Ministro Almirante de Esquadra Marcus Vinicius Oliveira dos Santos. Em razão das medidas de prevenção necessárias devido à pandemia do novo Coronavírus, a solenidade, que foi realizada no Gabinete da Presidência do STM, ocorreu de maneira a cumprir todos os protocolos previstos e foi transmitida pela internet.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, comentou sobre o legado do Oficial-General deixado na FAB. “Ao encerrar sua missão na Força Aérea, servindo de exemplo, deixará, mais uma vez, um rastro luminoso que continuará em seu novo cargo no STM”, enfatizou.

Na cerimônia de posse, o Tenente-Brigadeiro Amaral foi condecorado com a medalha da Ordem do Mérito Judiciário Militar, no grau Grã-Cruz. Em seguida, o Ministro do STM, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino, homenageou o empossado. “A sua posse como Ministro desta Corte dá sequência natural a seu vitorioso curso, reforçando o entendimento de que cada um encontra na vida exatamente aquilo que traz dentro de si mesmo, sobremodo quando exponencia talentos para superar adversidades”, completou.

Ao assumir a nova função, o Tenente-Brigadeiro Amaral falou sobre suas expectativas. “Darei continuidade ao trabalho da Justiça Militar da União, que é a mais antiga do país, para que continue seu elevado padrão de atender como justiça especializada às necessidades que as Forças Armadas têm", enfatizou.

Experiência

O Tenente-Brigadeiro Amaral é natural da cidade do Rio de Janeiro. Ingressou na Força Aérea Brasileira em 3 de março de 1975. Foi declarado Aspirante a Oficial Aviador em 10 de dezembro de 1981 e atingiu o atual Posto em 31 de março de 2017.

Dentre os principais cargos que assumiu, cita-se: Comandante do Corpo de Cadetes da Aeronáutica, Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), Comandante da Academia da Força Aérea (AFA), Vice-Diretor do Departamento de Ensino da Aeronáutica, Vice-Chefe Interino da Chefia de Operações Conjuntas (CHOC) do Ministério da Defesa, Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Secretário-Geral do Ministério da Defesa e Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica.

O Oficial-General possui cerca de 3.000 horas de voo, das quais mais de 1.000 na Aviação de Caça, e recebeu 18 condecorações nacionais.

STM

O Superior Tribunal Militar é composto por 15 Ministros indicados pelo Presidente da República. Destes, cinco são civis: um oriundo do Ministério Público Militar (MPM), um da carreira de juiz-auditor e três advogados. Das vagas de militares, três são da Marinha do Brasil, quatro são destinadas aos Oficiais-Generais do Exército Brasileiro e três da Força Aérea Brasileira.

Fotos e imagens: STM

OUTRAS MÍDIAS


AERO MAGAZINE - Nova tecnologia permitirá aeronaves da FAB trocarem dados em voo

Projeto Link-BR2 ampliará segurança e integração com o Sistema de Enlace de Dados Táticos

Da Redação | Publicada em 21/10/2020 09:00

A FAB poderá contar com um novo sistema de comunicação, comando e controle, que ampliará a capacidade e a segurança do sistema. O projeto Link-BR2 foi apresentado pela Mectrom Comm, utilizando um avançado protocolo encriptado e com alto grau de segurança, que permitirá a integração no Sistema de Enlace de Dados Táticos.

O sistema pretende proporcionar o compartilhamento de informações de radares, troca de mensagens, vídeos e entre outros, entre aeronaves e equipes de solo. A adoção de uma nova rede de enlace de dados é fundamental para operação futura, integrando a comunicação completa entre os caças Gripen, F-5M, A-1M e A-29, os aviões de comando e controle E-99 e os respectivos centros em terra.

A apresentação do projeto pela Mectron Comm abordou sobre o Design Reviews, quando foram verificadas as modificações da plataforma do caça F-5M e o Protocolo de Comunicação, além da comprovação de testes para garantir a confiabilidade de desenvolvimento e operação.

“Estamos bastante satisfeitos com a evolução apresentada e estamos confiantes na preparação para a Campanha de Ensaios em Voo que, em breve, será iniciada. A integração dos diversos meios na Rede Link-BR2 colocará a Força Aérea em um novo patamar operacional, permitindo a efetiva atuação na era da Guerra Centrada em Redes (NCW – Network Centric Warfare)”, explicou Romulo Silva de Oliveira, major especialista em comunicações e gerente do projeto da FAB.

 

JORNAL DF1 - Aviões-caça fazem voo de treinamento no céu de Brasília

O treino era para a exibição do novo caça da FAB na cerimônia do dia do Aviador, na sexta-feira, na Base Aérea de Brasília.

Da Redação | Publicada em 21/10/2020

YAHOO - Entenda por que caças sobrevoaram Brasília na manhã desta quarta


Da Redação | Publicada em 21/10/2020 16:59

Caças da Força Aérea Brasileira (FAB) voavam baixo no céu do Distrito Federal na manhã desta quarta-feira (21). As manobras faziam parte de um treinamento da FAB e despertaram curiosidade nos brasilienses.

Os caças do modelo F-39E Gripen serão apresentados oficialmente durante cerimônia em comemoração ao Dia do Aviador e da FAB, na próxima sexta-feira (23).

“O novo caça está sendo empregado nas atividades de desenvolvimento conjunto realizadas no parque industrial brasileiro, por cooperação entre a Saab (empresa responsável pelo desenvolvimento do vetor) e as empresas nacionais selecionadas como beneficiárias no programa de transferência de tecnologia (offset). A previsão de entrega à FAB das primeiras aeronaves operacionais é para o final de 2021 ”, informou a Força Aérea.

Em 2014, foi assinado um contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aeronaves Gripes E/F para a Força Aérea Brasileira. “O F-39 Gripen, nos modelos E (monoposto) e F (biposto) será a mais moderna e avançada plataforma multimissão atuando na defesa do espaço aéreo brasileiro”, divulga a FAB.

Segundo a Força Aérea, o avião será formalmente apresentado à população em Brasília no dia 23 de outubro, data em que se comemora o Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira em alusão ao primeiro voo do 14-Bis, realizado por Alberto Santos Dumont em 1906.

 

FOLHA DE BARBACENA - Destacamento do Controle do Espaço Aéreo de Barbacena comemora 71 anos em solenidade na Epcar


Epcar | Publicada em 21/10/2020 10:04

No último dia 14/10, o Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Barbacena (DTCEA-BQ) completou 71 anos de atuação na execução, eminentemente descentralizada, das atividades operacionais, técnicas e administrativas, diretamente vinculadas ao Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB), na área definida como de sua responsabilidade. Em solenidade militar para a celebração da data, realizada no auditório da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), o efetivo do Destacamento se reuniu com autoridades militares da Guarnição de Aeronáutica de Barbacena (GUARNAE-BQ).

Entre as atividades desenvolvidas pelo Destacamento, estão o serviço de informações aeronáuticas, meteorológicas e de telecomunicações e administração, controle e manutenção da estação de apoio ao controle do espaço aéreo de Varginha (MG), com onze frequências do centro de Brasília (DF) e cinco do centro Curitiba (PR).

Devido ao atual período da pandemia, as comemorações deste ano não contaram com a realização do tradicional Encontro de Prevenção de Acidentes de Trabalho e Assistência Social (ENPATEAS), que visa conscientizar os militares e servidores civis da Guarnição de Barbacena a respeito da saúde e segurança no trabalho, além da prevenção de acidentes e, também a respeito do Serviço de Assistência Social da Aeronáutica por meio de palestras com temas relacionados ao objetivo do Encontro.

Durante seu discurso, o Comandante do DTCEA-BQ, Tenente Mauro Evangelista da Silva, agradeceu aos representantes das Unidades presentes pelo apoio recebido e destacou o comprometimento dos profissionais que atuaram nesses 71 anos de existência do Destacamento, que resultou nos altos índices obtidos nas inspeções que se submeteram.

O evento foi presidido pelo Brigadeiro do Ar Paulo Ricardo da Silva Mendes, Comandante da Escola e, durante sua realização, foi cantado o hino nacional. Além disso, houve também a entrega do prêmio de "destaque profissional" e "graduado padrão" de 2020 aos integrantes do DTCEA-BQ que tiveram destaque na execução de suas atividades.